Em discurso na Câmara, Andrea Garcia comenta os critérios da gratuidade no transporte público para idosos

Em discurso na Câmara, Andrea Garcia comenta os critérios da gratuidade no transporte público para idososEm discurso na Câmara, Andrea Garcia comenta os critérios da gratuidade no transporte público para idosos 18/10/2017 - Sancionado pelo Governo Federal em 2003, o Estatuto do Idoso (lei federal 10.741) assegura a gratuidade dos transportes coletivos públicos urbanos e semi-urbanos, inclusive o interestadual, às pessoas que tenham idade igual ou superior a 60 anos. Esse foi o assunto do discurso da vereadora Andrea Garcia (PDT), na última segunda-feira (16), na Câmara.

No seu breve pronunciamento, Andrea destacou a importância do benefício. "Sou uma técnica social, e não poderia deixar de passar essa informação às pessoas de Monte Mor", disse a vereadora, que também é assistente social. Andrea explicou que, para ter acesso à gratuidade no transporte, é preciso estar inscrito no CadÚnico e fazer a Carteirinha do Idoso, no Mais Fácil.

Trata-se de benefício do chamado "CadÚnico", "conjunto de informações das famílias em situação de vulnerabilidade social e de extrema pobreza, que são utilizadas pelos governos federal, estadual e municipal, [para a] implementação de políticas públicas capazes de promover a melhoria da vida dessas famílias", explicou Andrea.

Para se inscrever no "CadÚnico" (e ter acesso à carteirinha do idoso, que dá direito à gratuidade no transporte; além de poder participar de outros programas sociais do governo, como o Bolsa Família), as famílias precisam atender a um dos critérios: ter renda de até meio salário mínimo por pessoa; ou receber até 3 salários mínimos de renda mensal ​total.

 

Leia mais:

Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico)

Lei federal 10741/2003 (Estatuto do Idoso)

 

Câmara aprova projeto que inclui o Dia do Profissional da Construção Civil no calendário oficial do município

Plenário e plateia, durante a sessão ordináriaPlenário e plateia, durante a sessão ordinária10/10/2017 - Na sessão ordinária desta segunda-feira (9), a Câmara aprovou o projeto de lei 144/2017. A iniciativa inclui o Dia do Profissional da Construção Civil no calendário oficial do município. “Os trabalhadores da área da construção civil - desde o pequeno servente, o pedreiro, o mestre de obras, o engenheiro - são mais que trabalhadores, são construtores de sonhos”, comentou a vereadora Andrea Garcia (PDT), autora do projeto.


De acordo com a justificativa do projeto de lei - que foi aprovado de maneira unânime, pelos presentes, e segue agora para sanção do prefeito Thiago Assis (PMDB) - a data será comemorada anualmente em 26 de outubro. O objetivo é promover “ações direcionadas à conscientização da categoria quanto à importância da utilização de equipamentos de proteção individual e outros, para a prevenção de acidentes de trabalho”, destaca o documento.


“A construção civil é uma área de intenso crescimento no Brasil, de acordo com o IBGE. Por este motivo, devemos lembrar e prestar homenagem ao empenho e dedicação dos profissionais responsáveis por colaborar com o desenvolvimento econômico e estrutural do país”, destaca Andrea. Arquitetos, encarregados, carpinteiros, armadores, encanadores, gesseiros, calceteiros, pintores, eletricistas e demais profissionais qualificados da área são os homenageados.


• Veja, no Boletim de Votação, os demais projetos votados na sessão


Galeria de imagens:

A vereadora Andrea Garcia, autora do projeto
Vereadores aprovaram projeto por unanimidade
Plenário e plateia, durante a sessão ordinária

Em discurso, Waltinho comenta entrega de apartamentos e importância do trabalho do Gare

Em discurso, Waltinho comenta entrega de apartamentos e importância do trabalho do GareEm discurso, Waltinho comenta entrega de apartamentos e importância do trabalho do Gare28/09/2017 - O presidente da Câmara, vereador Waltinho Assis (PDT), comentou a importância do trabalho realizado pelo Gare (Grupo de Atendimento de Resgate e Emergências) em Monte Mor. Durante discurso no plenário, na segunda-feira (25), Waltinho enalteceu a entidade. “Quero parabenizar o Gare, pelo trabalho que vocês fazem no dia a dia, salvando vidas, independente de toda as dificuldades que vocês estão tendo”, disse.

O presidente da Câmara também disse que irá lutar por melhorias na corporação, tendo em vista que, durante a sessão ordinária, foi entregue uma carta na qual a entidade faz reivindicações. “Podem contar com o apoio desta Casa de Leis. Vamos lutar sim pelas reivindicações de vocês”, disse, também parabenizando a vereadora Andrea Garcia (PDT) pela iniciativa da moção de parabenização ao Gare, aprovada por unanimidade pelos vereadores.

A entrega dos 300 apartamentos do condomínio Flamboyant, realizada na semana passada, também foi alvo do discurso. Waltinho parabenizou o prefeito Thiago Assis (PMDB), o secretário de Obras Vilson Amaral e equipe, além dos vereadores que atuaram pela vinda do “maior empreendimento habitacional” da história do município. O vereador lembrou que se trata da realização de um sonho, que permitirá com que famílias deixem de pagar aluguéis.

O plenário esteve lotado, durante a 31ª sessão ordinária do ano. O presidente da Câmara aproveitou a oportunidade para reiterar a importância da participação dos moradores. “Esta Casa de Leis tem vereadores que estão dispostos a trabalhar pela população. Todos eles estão, dia a dia na rua, vendo os problemas e lutando. Convido todos para que continuem vindo, participando [das sessões]”, finalizou Waltinho.

Moção de parabenização ao Gare é aprovada por unanimidade, na Câmara

Moção de parabenização ao Gare é aprovada por unanimidade, na CâmaraMoção de parabenização ao Gare é aprovada por unanimidade, na Câmara26/09/2017 – Na sessão ordinária desta segunda-feira (25), os vereadores aprovaram, por unanimidade, a moção de parabenização 13/2017. De autoria da vereadora Andrea Garcia (PDT), a moção homenageia a equipe do Gare (Grupo de Atendimento de Resgate e Emergências de Monte Mor), pelos serviços prestados no município.

O documento ressalta a “grande relevância dos serviços executados”, como o transporte inter-hospitalar de pacientes, o acolhimento de pessoas em surto psiquiátrico e de vítimas de agressão, arma de fogo e arma branca, dentre outros. “Seja ela uma dor de cabeça ou até mesmo um parto, salvar vidas é o objetivo destes bravos”, afirma o texto.

De acordo com a moção, o Gare foi criado no início de 2011, e atende entre 500 e 700 ocorrências por mês. Na sessão que aprovou a moção, integrantes da equipe estiveram presentes no plenário (veja galeria de imagens). De acordo com a prefeitura, para acionar o serviço do Gare basta ligar para o número 192 ou para 19 3879 2822.

Cópias da moção serão encaminhadas às secretarias municipais de Saúde e Desenvolvimento Social, ao Conselho Municipal de Assistência Social, ao prefeito Thiago Assis (PMDB), à Diretoria Regional de Assistência e Desenvolvimento Social, em Campinas (DRADS), e à Frente Parlamentar de Fortalecimento da Assistência Social, na Assembleia Legislativa.

Notícias relacionadas:

Galeria de imagens:

Foto Lado a Lado