Fio diz que não vai assumir nenhuma secretaria: “fui eleito pelo povo para trabalhar na rua”

ProfessorFio 27.06.2022 02Na sessão plenária, Professor Fio também abordou a “Batalha de Rima” realizada no domingo (26), no Jardim Paulista, e elogiou o eventoNa sessão ordinária da última segunda-feira (27), o vereador Professor Fio (PTB) disse que foi procurado por interlocutores do governo, que ofereceram a ele o cargo de secretário municipal no Poder Executivo. O parlamentar afirmou que não aceitará nenhum desses convites. “Eu fui eleito pelo povo para trabalhar na rua, como vereador. Então, não tem nada, nada, nem dinheiro, que faça eu trocar isso”, afirmou, na sessão plenária da Câmara.

No pronunciamento, Fio deixou um recado ao prefeito Edivaldo Brischi (PTB). “Eu não tenho interesse em nenhuma secretaria. Já fui procurado por quatro ou cinco pessoas. Então, fica o recado para o prefeito: não adianta, não vou trocar [o cargo de vereador por nenhuma] secretaria, porque aqui não tem preço, aqui tem valor”, relatou o parlamentar, no Plenário. “Estou para trabalhar para o povo, e vou trabalhar para o povo como vereador”, concluiu. 

BATALHA

Fio também abordou a “Batalha de Rima” realizada no último domingo (26), no Jardim Paulista. Ele lembrou que a iniciativa nasceu de um projeto de um ex-aluno da escola Escola Estadual Cônego Cyríaco Scaranello Pires, Vini Moura - que deu a ideia de realizar a atividade e, inclusive, utilizou uma “caixinha de som, velha”, emprestada pelo vereador. 

“Começou assim, com uma caixinha de som, marcamos um dia na praça, fomos, e olha onde chegou”, destacou, parabenizando Vini por ter idealizado o projeto, sem estrutura, e hoje poder contar com o “reconhecimento e apoio da Secretaria da Cultura”. “Começou na nossa escola, ali, a batalha de rima, e hoje olha a proporção que criou, ontem, a festividade”, disse.