Resultado da sessão: Câmara aprova Projetos que dão nome a ruas do loteamento Central Park II

Andrea Garcia e Bruno Leite autores dos Projetos 07.02.2022Andrea Garcia e Bruno Leite, autores dos Projetos que dão nome a ruas do Central ParkTrês Projetos de Lei que dão nome a vias públicas do Loteamento Central Park II foram aprovados na sessão ordinária desta segunda-feira (6). As proposituras, que seguem para sanção do prefeito, são de iniciativa dos vereadores Andrea Garcia (PTB) e Bruno Leite (DEM).

Os Projetos de Lei 148/2021 e 149/2021, de autoria de Andrea Garcia, dão nome às ruas Seis e Sete do Central Park, que passarão a se chamar, respectivamente, Rua Fernando do Carmo Arten e Rua Antonio Fernando Paviotti. 

Já o Projeto de Lei 153/2021, de Bruno Leite, presta homenagem ao senhor Lázaro Leme do Prado, que era conhecido como Lazinho Sanfoneiro, dando o seu nome à Rua Cinco, do mesmo bairro. As três proposituras foram votadas em bloco, e aprovadas por unanimidade. 

HISTÓRICO

Nas Justificativas das proposituras, os autores destacam a história de vida dos homenageados (leia aqui a íntegra dos textos). Fernando Arten nasceu em fevereiro de 1956, em Monte Mor; trabalhou com a família na zona rural; e foi sócio proprietário, com Antonio Fernando Paviotti, de uma firma de transportes, esclarece o PL 148, sobre o homenageado, que morreu em janeiro de 2020. Antonio Paviotti, que passa a dar nome à Rua Sete, conforme o PL 149, nasceu em outubro de 1962, e morreu em janeiro de 2018. Já Lazinho Sanfoneiro - que, além de tocar o instrumento musical, foi domador de cavalos - nasceu em agosto de 1914 e faleceu em janeiro de 1978, conforme o PL 153/2021. 

COMENTÁRIOS

“É gratificante poder dar o nome dessas duas ruas, uma paralela a outra, porque [os homenageados] são praticamente dois irmãos, eles eram amigos, quase irmãos [...] São famílias de tradição, da nossa cidade. Famílias do bem”, comentou Andrea Garcia. Já Bruno Leite fez a leitura da íntegra da justificativa do seu Projeto, e salientou a importância da homenagem. O vereador Paranhos (MDB) também parabenizou Andrea, pela iniciativa, lembrando que as duas famílias são muito conhecidas na cidade. Assista neste link a íntegra dos comentários, em vídeo

Câmara devolve quase R$ 2 milhões de duodécimo à prefeitura, com indicação de uso em asfalto

duodécimo 2021Os vereadores Andrea Garcia, Vitor Gabriel, Alexandre Pinheiro e Pavão da Academia, durante entrega de ofício com indicação de uso do recursoA Câmara de Monte Mor realizou a devolução de R$ 1.843.370,02 do saldo de duodécimo à prefeitura. O novo repasse ocorreu em dezembro, e se soma ao valor já transferido em agosto de 2021, quando a Casa havia repassado outros R$800 mil ao Poder Executivo, para uso no enfrentamento da pandemia.

Junto com os vereadores Andrea Garcia (PTB), Pavão da Academia (MDB) e Vitor Gabriel (PSDB), o presidente da Câmara, vereador Alexandre Pinheiro (PTB), protocolou nesta terça-feira (21), em mãos, o ofício 80/2021, direcionado ao prefeito Edivaldo Brischi (PTB), sugerindo que o dinheiro repassado agora seja utilizado em melhorias na infraestrutura urbana do município - especialmente para o asfaltamento das “ruas principais dos bairros Jardim Colina I e II, Jardim Colorado e Jardim São Sebastião”. 

Segundo Alexandre, a devolução é resultado de ações desenvolvidas desde janeiro deste ano, quando o parlamentar assumiu a Presidência da Casa com o compromisso de adotar uma série de medidas para a redução dos gastos públicos, o que incluiu a renegociação e revisão de contratos, inclusive

No ofício entregue nesta semana, o presidente da Câmara destaca que a sugestão de uso no asfaltamento das ruas reflete um “consenso” entre os vereadores, e “visa atender às demandas dos munícipes”. O documento destaca que a pavimentação asfáltica se trata de “um dos maiores anseios da população” desses bairros, principalmente nas principais vias, onde há um maior tráfego de veículos.

Após tentativas frustradas, Comissão Processante vai notificar o prefeito pelo Diário Oficial

Edital CP 17.12.2021Edital de notificação do prefeito, Edivaldo Brischi, também foi afixado no mural de avisos, na recepção da CâmaraA Comissão Processante (CP) instaurada na Câmara para apurar a Denúncia 3/2021, contra o prefeito Edivaldo Brischi (PTB), enviou nesta sexta-feira (17), ao Diário Oficial Eletrônico do município, o edital de notificação do chefe do Poder Executivo. A medida foi adotada após a realização de três tentativas frustradas de notificação presencial. A CP é composta pelos vereadores Nelson Almeida (Solidariedade), presidente, Andrea Garcia (PTB), relatora, e Professor Fio (PTB), membro.

Os trabalhos da Comissão seguem o rito previsto no Decreto-Lei 201/67, que estabelece o passo-a-passo a ser adotado em casos de acusação de cometimento de infrações político-administrativas, pelo chefe do Poder Executivo. O Decreto prevê que, após as tentativas presenciais de notificação, o prefeito deve ser notificado por edital. 

A Comissão foi constituída por sorteio, na sessão ordinária do último dia 6 de dezembro, após o Plenário da Câmara acatar o recebimento da Denúncia, relacionada à área da saúde, que foi apresentada por um munícipe. No documento, o denunciante acusa Brischi de “realizar pagamentos indevidos ao Cismetro [consórcio de saúde integrado pelo município] visando à quitação de serviços de profissionais lotados na UPA sem que os mesmos tenham sido prestados”.

Acesse o Edital de Notificação: https://www.camaramontemor.sp.gov.br/images/pdf/CP-Sa%C3%BAde/Edital_17.12.2021_Comiss%C3%A3o_Processante.pdf  

Leia também:

Na última sessão ordinária antes do recesso, Andrea Garcia destaca conquistas do mandato

AndreaGarcia 13.12.2021 DiscursoAndrea Garcia também elogiou a 6ª edição do Campeonato Brasileiro de Judô, realizada no final de semana, em Monte MorEm discurso no plenário da Câmara, na sessão ordinária de segunda-feira (13), a vereadora Andrea Garcia (PTB) citou conquistas do seu gabinete, no Poder Legislativo, incluindo: academias ao ar livre, carro para refrigeração do leite, emendas, inclusive para recapeamentos asfálticos, e interlocuções para a regulamentação do Perfil Profissiográfico Previdenciário para servidores públicos (leia mais neste link). Ela ainda salientou que a luta, no atual mandato e no anterior, contemplou reivindicações por melhorias diversas, como a reforma da praça do bairro Nossa Senhora de Fátima.

JUDÔ

A vereadora também elogiou a 6ª edição do Campeonato Brasileiro de Judô, realizada no final de semana, em Monte Mor. Ela parabenizou os organizadores do evento, que foi “muito importante para o município”. “Foi espetacular ver jovens, crianças, adultos e idosos lá”, disse Andrea, em seu pronunciamento, agradecendo ao secretário municipal de Esportes, João Victor Muro, e ao diretor de Esportes, Davi Leandro dos Santos, que inclusive é graduado com o título de 7º dan, no judô.

A vereadora anunciou que pretende elaborar propositura, na Câmara, visando conceder o título de cidadão montemorense a Davi, pelos serviços prestados no município “há muitos anos”. “Ele é merecedor. Ele tem uma ONG, e sempre trabalhou em prol dos jovens”, reforçou.

Ela ainda destacou que a faixa de 7º dan é representativa no judô, já que, no país, a maior faixa é de 9º dan. Além disso, parabenizou Davi, pela atuação na secretaria. “Ele [o diretor de Esportes] é uma pessoa muito dedicada, que faz [o trabalho] com amor e com muito carinho”, disse. 

Sobre o Campeonato, Andrea também destacou que o Estado de São Paulo ocupou o primeiro lugar na classificação nacional. “E a nossa cidade de Monte Mor conquistou o maior número de medalhas que teve, foi muito lindo”, salientou a parlamentar, que participou do evento, no Parque Imperial.

Foto Lado a Lado