Vitor Gabriel comenta vigília em prol do Jardim Colina: “vou continuar lutando pela cidade”

VitorGabriel 04.07.2022 02No discurso, Vitor Gabriel também rebateu os boatos de que ele teria tomado cerveja durante a manifestação: “nunca tomei cerveja na vida”“Minha saúde física e mental está muito bem. Mas eu vou continuar lutando pela minha cidade, independente do que aconteça”. Com essa declaração, o vereador Vitor Gabriel (PSDB) iniciou seu discurso, na sessão ordinária da última segunda-feira (4). O parlamentar comentou a “vigília” feita por ele na semana passada, no Jardim Colina, quando permaneceu sentado numa via pública do bairro, por cerca de 60 horas, cobrando o cascalhamento.

O parlamentar disse que vai continuar cobrando melhorias, à prefeitura. “A luta é pela cidade. A luta é pelo [Jardim] Colorado, que se encontra, lá, naquela situação, que o pessoal paga o imposto, igual a gente do Paulista paga, e lá, em época de chuva, ninguém entra, ninguém sai”, citou. Ele também reafirmou seu empenho em prol dos moradores do Colina, onde a situação é “pior” e “a gravidade é bem mais aparente”, já que o bairro é um pouco maior.

No discurso, Vitor rebateu os boatos de que ele teria tomado cerveja durante a manifestação. “Nunca tomei cerveja na vida. Esses rumores aí são de desespero. Mas pode ter certeza que eu vou continuar brigando [por melhorias para a cidade]”, afirmou, ao citar a solidariedade recebida. “Eu tive o apoio dos meus nobres amigos vereadores, não foi sozinho, eu não estava lá sozinho”, afirmou, citando que também “tinha o apoio mais forte, que é de Deus”.

Citando acidentes, Vitor Gabriel pede melhorias na SP 101: “até quando vai ficar assim?”

VitorGabriel 27.06.2022 Discurso“Uma rodovia escura, [...] que quase não tem sinalização. E aí ninguém toma providências. Já foram várias vítimas”, criticou Vitor Gabriel, sobre a SP 101Na sessão ordinária da última segunda-feira (27), o vereador Vitor Gabriel (PSDB) voltou a abordar os problemas de falta de segurança e o perigo constante na Rodovia SP 10. O parlamentar citou os recentes acidentes de trânsito, que culminaram com a morte de dois cavalos, na pista. “Até quando vai ficar assim? Uma rodovia escura, [...] que quase não tem sinalização. E aí ninguém toma providências. Já foram várias vítimas, infelizmente algumas fatais, e nada é feito”, criticou Vitor, em seu pronunciamento no Plenário da Câmara. 

Vitor também cobrou, da prefeitura, o envio do “plano de cargos e carreiras” para os servidores municipais da saúde. Segundo ele, o Projeto de Lei, a ser apreciado pela Câmara, “está parado lá no Jurídico [do Poder Executivo]”. Cobrou, ainda, a concessão de aumento da bolsa auxílio desemprego dos colaboradores que atuam na Frente de Trabalho, conforme pleiteado em Indicação de vereadores. O vereador elogiou a equipe da Frente e os servidores municipais “que trabalham para o desenvolvimento da nossa cidade”.

O parlamentar destacou que essa atuação exemplar é feita, inclusive, por parte de muitos funcionários comissionados do Poder Executivo. “Eu sei que esses [servidores comissionados] que não trabalham vão se espelhar nos senhores [que trabalham] e com certeza a cidade vai crescer”, afirmou. Vitor ainda elogiou o evento de skate, realizado na cidade, no domingo (26). E cobrou, da prefeitura, uma solução para o “problema sério” da passagem entre os bairros Jardim Paulista e Campos Dourados, onde há risco de alagamento. 

Vitor cita sofrimento dos moradores do Colina: falta de água, luz e precariedade de ruas

VitorGabriel 20.06.2022 Discurso“Ninguém vai lá para ver a realidade [...] A gente aqui é um amadorismo gigantesco”, disse Vitor Gabriel, criticando autoridades responsáveisOs problemas de infraestrutura urbana no Jardim Colina voltaram a ser abordados pelo vereador Vitor Gabriel (PSDB), na sessão ordinária da última segunda-feira (20). O parlamentar manifestou “bastante tristeza no coração” ao constatar o “sofrimento que o pessoal [do bairro] passa”. A íntegra do discurso está disponível neste link do YouTube

No pronunciamento, Vitor comentou a falta de pavimentação asfáltica em ruas do Colina, como a Nove e a Sete. Citou, ainda, que na Rua Sete, esquina com as Ruas Onze e Doze, “tem o poste, tem o braço e não tem o bico de luz”. “Então, quer dizer, o pessoal não pode nem escolher onde vai pisar, porque, no escuro [isso não é possível]”, reclamou, na sessão.

O parlamentar também destacou que a Rua Trinta e Sete estava sem abastecimento de água desde sábado (18). E recomendou, ainda, que as autoridades deveriam passar um final de semana chuvoso no bairro. “Mas ninguém vai lá para ver a realidade [...] A gente aqui é um amadorismo gigantesco. E a carapuça vai servir para quem tem que servir”, criticou.

DEMANDAS

Vitor ainda comentou que o Jardim Colorado, um bairro de oito ruas, também sofre com a falta de manutenção nas vias públicas. Reclamou, também, da escuridão nos bairros, e pediu a atenção da CPFL. “A gente está no escuro, literalmente. Tem bairro em que você não consegue nem enxergar um palmo diante do nariz. Eu não consigo entender isso daí. Ou é muito descaso, ou as pessoas que estão à frente [do problema] não percebem”, relatou.

Projeto aprovado faz adequação na Lei que instituiu a Semana Municipal do Skate

VitorGabriel 20.06.2022 02Autor do Projeto, Vitor Gabriel explicou que skatistas da cidade o procuraram, reivindicando a alteração da data da Semana Em 21 de junho, comemora-se o Dia Internacional do Skate. Em Monte Mor, a Semana Municipal sobre essa atividade de lazer passará a ser celebrada no período que compreende a data. É o que prevê o Projeto de Lei (PL) 81/2022, de autoria do vereador Vitor Gabriel (PSDB), aprovado por unanimidade na sessão ordinária desta segunda-feira (20). A propositura foi remetida ao Poder Executivo, e aguarda a sanção do prefeito. 

“Monte Mor, com a Lei 1827 de 2013, definiu ser a semana dos dias 3 a 10 de agosto, o calendário de comemoração do skate, porém essa data está em desacordo com a data que é comemorada pelos praticantes do skate, que é o dia 21 de junho”, afirma Vitor Gabriel, na Justificativa do PL, destacando a relevância da adequação agora aprovada. 

No documento, o parlamentar ainda destaca que “diversos países” consideram o 21 de junho como Dia do Skate, conforme definição da  IASC (International Association of Skateboards Companies). “Por conta disso, um grupo de skatistas de Monte Mor pediu, para esse parlamentar, a alteração da data, para que eles possam realizar eventos no mesmo dia que vários outros praticantes do skate também fazem pelo mundo”, destaca o vereador.

Atualmente em vigor, a Lei 1827 prevê que “durante a Semana Municipal do Skate serão divulgados os trabalhos realizados nas diversas modalidades, com reuniões, palestras e competições voltadas para fomentar e difundir esse esporte pelos jovens em geral”. A norma também estabelece que as atividades serão coordenadas pela Secretaria de Esportes.

Foto Lado a Lado