Em PL aprovado por unanimidade, vereadores reivindicam a valorização dos profissionais da saúde

CamillaHellen 01.08.2022 01“Trabalhar na saúde é uma arte, é uma vocação”, disse Camilla Hellen, defendendo a valorização dos profissionais da áreaVisando à valorização dos funcionários públicos da área da saúde, a Câmara aprovou na sessão ordinária desta segunda-feira (1º) o Projeto de Lei (PL) 87/2022, de iniciativa da vereadora Camilla Hellen (Republicanos). A propositura institui o Dia Municipal dos Profissionais da Saúde, data a ser celebrada, anualmente, em 5 de agosto. O PL ainda depende da sanção do prefeito.

Segundo o documento, a data comemorativa tem as finalidades de: reconhecer o trabalho de todos os profissionais da área; conscientizar a sociedade sobre a importante e necessária função social dos mesmos; e “reafirmar a importância do pensar coletivo e da ação do bem comum, principalmente nas crises provocadas pelas epidemias, endemias, pandemias e surtos”.

Instantes antes da votação, a autora agradeceu aos demais parlamentares que debateram o assunto (leia abaixo). Camilla defendeu a valorização dos funcionários da saúde do município, “principalmente no que tange ao plano de carreiras, aos cargos, à valorização econômica, financeira”. “Porque tudo isso impacta, justamente, no atendimento”, completou a parlamentar.

“Trabalhar na saúde é uma arte, é uma vocação”, elogiou a vereadora. Ela mencionou, ainda, a atuação dos profissionais na pandemia, e a baixa remuneração paga. “Há uma necessidade de valorização dos profissionais da saúde. E é com a  instituição de datas que a gente começa a discutir esse assunto”, disse, pedindo que a prefeitura tenha um “olhar de carinho” com a classe. 

COMENTÁRIOS 

Geral 01.08.2022 2Plenário, durante a sessão que aprovou Dia Municipal dos Profissionais da Saúde: PL gerou longos comentários dos parlamentaresEm comentário, antes da votação, o vereador Paranhos (MDB) parabenizou a autora pelo PL, mas frisou que datas comemorativas não trazem, necessariamente, benefícios às categorias profissionais homenageadas. “A gente gostaria que isso se transformasse em valorização”, relatou, defendendo que o governo garanta melhorias para os servidores da saúde.

“É um Projeto de valia para os profissionais da saúde. Mas, o que o profissional de saúde quer é o reconhecimento profissional que esse governo não dá, persegue [os funcionários da área]”, completou Wal da Farmácia (UNIÃO), defendendo salários dignos, pagamento de adicional de insalubridade e plano de carreira, dentre outras melhorias.

Professor Fio (PTB) concordou com os discursos de Wal e Paranhos. E pediu que as secretarias municipais “se atentassem a essas datas”. Citou PL de sua autoria que criou a Semana do Educador, e manifestou expectativa de que sejam realizados eventos de valorização – o que deveria ocorrer, também, com a aprovação do PL sobre a saúde. “Senão, fica uma data vazia”, disse.

Bruno Leite (UNIÃO) parabenizou o Projeto, mencionou PL de sua autoria que criou o Dia do Combate aos Maus Tratos contra os Animais – data na qual deveriam ocorrer atividades de conscientização. Citou que a execução de atividades, após aprovação de PLs de valorização profissional, depende do Poder Executivo. Pediu, ainda, a valorização do funcionalismo público.

“Esses Projetos são importantes justamente para fomentar ações e políticas relacionadas à causa”, disse Professor Adriel (PT), parabenizando a autora do PL. Ele ainda discordou da crítica de Paranhos, sobre Projetos desse tipo. E citou a importância da “amarração social” dessas temáticas. O parlamentar também leu a íntegra da justificativa da propositura, elogiando o texto.

Nelson Almeida (Solidariedade) também manifestou apoio à propositura, e citou que profissionais da saúde são “heróis”, e atuaram durante a pandemia, inclusive. “Mais do que merecido esse dia”, afirmou. Milziane Menezes (PSDB) também elogiou a iniciativa. “É muito importante que o funcionário da saúde seja valorizado. Que não venha a ser só no papel”, pleiteou a parlamentar.

Andrea Garcia (PTB) destacou que a iniciativa fomenta políticas públicas, e citou a existência de lei federal sobre a temática. Beto Carvalho (UNIÃO) citou que o PL é tão importante quanto a criação de plano de cargos e carreira, pleiteado por Requerimento de sua autoria. “Que nesse dia tenha uma festa aí para os nossos profissionais da saúde”, defendeu Alexandre Pinheiro (PTB).