Beto questiona PL que prevê contratação de empréstimo pela prefeitura: “sem pé nem cabeça”

BetoCarvalho 04.07.2022 Discurso“Será que nós vamos, todos, ter que fazer isso quando não formos atendidos?”, disse Beto Carvalho, sobre “vigília” de vereador em prol de asfaltamentoO vereador Beto Carvalho (UNIÃO) citou, na sessão ordinária de segunda-feira (4), os repasses de duodécimos que foram feitos pela Câmara, à prefeitura, em 2021. O parlamentar lembrou que o Poder Legislativo economizou quase R$2 milhões, e enviou ao Poder Executivo, com indicação de uso em asfalto, inclusive no bairro Jardim Colina. “R$ 1,8 milhão, que está em poupança, e não se aplica no Colina”, afirmou, no discurso.

O parlamentar citou a “vigília” feita por Vitor Gabriel (PSDB), no bairro, em prol do asfaltamento. E disse que se tratou de um “ato de desespero”. “Será que nós vamos, todos, ter que fazer isso quando não formos atendidos?”, questionou, destacando que, mesmo com esses repasses, a prefeitura deseja que a Câmara aprove um projeto “sem pé nem cabeça”, sem detalhamento, prevendo a contratação de empréstimo de R$ 50 mi, pelo Executivo.

Na sessão, Beto ainda voltou a comentar a promessa feita pela prefeitura de realizar a obra da ponte entre os bairros Jardim Progresso e Jardim Capuavinha. Segundo ele, existe “R$ 1 milhão [de recurso repassado a partir de emendas parlamentares, a ser destinado à obra] da ponte Progresso-Capuavinha, que não se sabe onde está, e que não se aplica [no bairro]”. O pedido de realização da obra já havia sido abordado pelo vereador, noutras oportunidades.