Se ocorrer acidente por falta de alambrado, prefeitura “vai sofrer punições”, diz Nelson

NelsonAlmeida 20.06.2022 02Em trecho da Indicação, Nelson Almeida destaca que está se formando um verdadeiro “precipício” num trecho da avenidaO vereador Nelson Almeida (Solidariedade) afirma que, se ocorrer um acidente na pista de caminhada da avenida Ayrton Senna, “por falta de segurança no local”, a prefeitura de Monte Mor irá “sofrer punições”. A declaração foi emitida na sessão ordinária desta segunda-feira (20) - ocasião em que o parlamentar destacou a Indicação do seu gabinete que pede a instalação de alambrado no local. A propositura, de fevereiro de 2021, ainda não foi atendida. 

No pronunciamento, o parlamentar anunciou que, caso ocorra acidentes por conta da falta do dispositivo de segurança, seu gabinete irá “representar judicialmente contra a prefeitura, por prevaricação”. Ele ainda criticou a falta de atendimento aos pedidos de melhorias - já que, em seu ponto de vista, as reivindicações suas “vão tudo para o fundo da gaveta”. “Eu, quando era da base [do governo] já não era atendido. Imagine agora que não sou?”, reclamou.

Para o parlamentar, o município tem condições de instalar o equipamento. “Se tinha alambrado para cercar a pista de skate, então por que não usa esse alambrado para colocar lá [na pista de caminhada] e proteger o lugar perigoso que está lá”, relatou, na sessão plenária da Câmara. Na Indicação, Nelson destaca que está se formando um verdadeiro “precipício” num trecho da avenida, nas proximidades do rio, o que causa risco de acidentes. 

RECADO

No discurso, Nelson também deixou um recado aos servidores comissionados da prefeitura, muitos deles presentes no Plenário. O parlamentar afirmou que, caso realize pedidos de melhorias que não sejam atendidos, quem “vai pagar” será o prefeito. “Vou subir aqui na tribuna e vou falar mal do prefeito, por incompetência dele, por ter um secretário, um diretor, um chefe incompetente na pasta”, afirmou. “Então, é um acordo que eu faço com vocês: não desprezem os ofícios, os pedidos, desse vereador”, solicitou.