Bruno Leite sugere que prefeitura divulgue informações sobre obras paradas: “transparência”

BrunoLeite 29.11.2021 DiscursoBruno Leite também defendeu a implantação de parcerias público-privadas, visando à implantação de uma clínica veterinária popularNa sessão de segunda-feira (29), o vereador Bruno Leite (DEM) disse que tem recebido cobranças sobre obras que estão paradas no município. O parlamentar recomendou que a prefeitura passe a divulgar, no site oficial e nas redes sociais, como Facebook, informações detalhadas sobre o assunto.

No discurso, Bruno sugeriu que a situação das obras, incluindo o motivo da paralisação e a previsão de retomada e término, seja amplamente divulgada. “Isso é um canal de transparência. Fica aqui a sugestão”, afirmou, destacando que a ação facilitaria o trabalho dos vereadores e da prefeitura.

FORÇAS POLICIAIS

Na oportunidade, o vereador Bruno Leite (DEM) também parabenizou os policiais militares que atuam em Monte Mor. E citou a notícia, veiculada recentemente na imprensa, sobre o salvamento (realizado pelas equipes no município) de uma criança de apenas oito dias, que estava engasgada.

Ele parabenizou, nominalmente, os envolvidos na ocorrência (2º sargento Mateus, soldado Vinícius, soldado Dos Santos, soldado Melo, cabo Dos Reis e soldado Douglas). Disse, ainda, que tanto a Polícia Militar quanto a Guarda Civil Municipal desempenham um “trabalho magnífico”.

“São verdadeiros heróis, que doam a vida defendendo a população e salvando vidas. E que muitas das vezes não tem o reconhecimento, nem pelas autoridades políticas, nem pela população”, relatou Bruno, citando que tais profissionais merecem salários dignos e equipamentos de trabalho. 

CAUSA ANIMAL

O vereador também defendeu a implantação de parcerias público-privadas, visando à implantação de uma clínica veterinária popular, que poderia ser subsidiada pela prefeitura. E citou o caso de Hortolândia, onde, segundo ele, a consulta veterinária custa apenas R$48 reais, numa dessas clínicas.

Bruno disse que se reunirá na próxima semana com o prefeito Edivaldo Brishi (PTB), para apresentar a proposta. “A causa animal é muito importante”, afirmou, citando que a zoonoses do município “deixa a desejar’, por falta de estrutura e ausência de “local adequado” para a prestação dos serviços.