Sessão plenária: Projeto que dá nome à área de lazer do Café II é aprovado pela Câmara

AlexandrePinheiro 25.10.2021 2O vereador Alexandre Pinheiro, presidente da Câmara, autor do PL aprovadoA Câmara aprovou nesta segunda-feira (25), por unanimidade, o Projeto de Lei (PL) 128/2021, de iniciativa do vereador Alexandre Pinheiro (PTB), presidente da Casa. A propositura dá o nome de Hussein Gemha Salum Bianco, conhecido como “Guga Bianco”, à Área de Sistema de Lazer 5, localizada entre as Ruas Um e Três do Parque do Café II. O texto foi aprovado na sessão ordinária do Poder Legislativo, e segue agora para sanção do prefeito Edivaldo Brischi (PTB).

Natural de Barretos (SP), e neto de imigrante libanês, Guga Bianco “herdou o carisma e empreendedorismo de seu avô, que sempre o inspirou”. Segundo a Justificativa do PL, o homenageado, que morreu em novembro de 2020, passou a infância e adolescência na cidade natal, e posteriormente cursou Publicidade e Propaganda, em Campinas. Trabalhou com publicidade e marketing na política, e na construção civil, e, paralelamente, auxiliou o pai na pecuária, em Goiás. 

“O Guga Bianco foi um precursor da pecuária moderna e, infelizmente, também é uma vida ceifada pela Covid-19. Morreu muito cedo, aos 54 anos”, comentou Alexandre, durante a sessão ordinária. Ele explicou que a homenagem do PL partiu de um pedido do amigo e sócio de Guga, Pedro Lopes - empresário que inclusive se comprometeu a revitalizar o espaço da praça, instalando equipamentos. “É uma praça que era um ajuntado de entulhos, ali perto da Rua Um, do Café II”, afirmou.

CONSTRUÇÃO CIVIL

No PL aprovado, Alexandre destaca a atuação de Guga e Pedro na área de construção civil, inclusive com a criação de empreendimento imobiliário de referência na cidade, no Parque Figueira. “Em 2012, Guga iniciou atividades na construção civil ao lado de seu amigo e sócio Pedro Lopes e criaram a incorporadora GPX, tendo realizado vários projetos no interior de São Paulo e escolhido Monte Mor para lançar seu principal empreendimento, uma referência no município”, diz o texto.