Na primeira sessão virtual da história, Plenário aprova R$581 mil para enfrentamento da pandemia do novo coronavírus

geral 17.04.2020Em videoconferência, parlamentares aprovaram, por unanimidade, projeto de lei que garante recursos para o enfrentamento do COVID-1922/04/2020 - Por unanimidade, o Plenário da Câmara de Monte Mor aprovou, na sessão extraordinária da última sexta-feira (17), o Projeto de Lei 17/2020, de autoria do Poder Executivo. A propositura abre crédito especial no valor de R$581 mil, visando ao enfrentamento da pandemia do novo coronavírus (COVID-19) pelo município.

“As suplementações solicitadas [pelo projeto] se fazem necessárias, tendo em vista a necessidade da Secretaria de Saúde em adquirir e disponibilizar aos profissionais de saúde todos os insumos e materiais para o enfrentamento da emergência de saúde”, destaca o prefeito Thiago Assis (MDB), na justificativa do Projeto aprovado. 

A apreciação da propositura ocorreu na primeira sessão virtual da história do Poder Legislativo. Devido à pandemia, a Casa estabeleceu regras para deliberações na modalidade remota. Além da Rádio Prima, a sessão foi transmitida ao vivo, em vídeo, pelo YouTube, com retransmissão no site e no Facebook oficiais. Assista aqui, na íntegra, aos debates.  

APOIO PARLAMENTAR

Vereadores comentaram o projeto, antes da votação. Ceará Mascate (Republicanos) destacou a importância do recebimento do repasse pelo município - que, inclusive, já possui casos registrados da doença. “Esse dinheiro chega em uma boa hora”, afirmou, agradecendo ao Governo Federal. Pastor Elias (MDB) também agradeceu ao Ministério da Saúde e ao Estado; e destacou a importante atuação das empresas privadas, que vêm doando insumos, como máscaras, e colaborando com o Fundo Social de Solidariedade. O parlamentar também citou o repasse de R$ 100 mil feita pela Câmara, à prefeitura, visando à compra de mantimentos e insumos. “Toda a solidariedade nesse momento é bem vinda, para combater o coronavírus”, destacou.

Jesus Lopes (PSL) agradeceu aos profissionais de saúde do município e ao prefeito Thiago, pela atuação. Agradeceu, ainda, ao Governo Federal, pelo envio dos recursos públicos para combater a doença. E sugeriu que pessoas interessadas em fazer doações a direcionem ao Fundo Social de Solidariedade, órgão preparado para fazer a correta destinação às famílias cadastradas. Já Marcos da Farmácia (PSL) fez agradecimentos ao Governo Federal, ao Ministério da Saúde e às indústrias e pessoas empenhadas no combate à pandemia e na doação de insumos. O parlamentar também agradeceu ao prefeito e aos profissionais da saúde; e salientou, ainda, a atuação da Câmara, e de todos que estão engajados na campanha de enfrentamento da pandemia.

Vanderlei Soares (MDB) agradeceu às equipes da Secretaria Municipal de Saúde, sob comando de Priscila Lauria, pelo “trabalho extraordinário, de referência”, realizado no município. Citou a campanha de vacinação contra a H1N1, que inclusive contou com esquema de “drive thru”, para evitar aglomerações. Destacou o trabalho do prefeito; e citou, ainda, a atuação de empresas, grupos e igrejas por atos solidários realizados. O parlamentar também congratulou a Câmara pela realização de campanha solidária, que culminou com a arrecadação de alimentos. Vavá (MDB) agradeceu ao Estado pela destinação da verba; e cumprimentou os profissionais da saúde, a secretária, o prefeito e equipe. “Está todo mundo empenhado”, salientou.

PREVENÇÃO

O presidente da Câmara, vereador Waltinho Assis (PSL), agradeceu ao prefeito pela atuação, e disse que a verba aprovada auxiliará as equipes da Saúde. “É um vírus que pouco conhecemos, que não conseguimos enxergar [...]. Então, temos que tomar toda cautela possível”, disse, defendendo o uso de álcool em gel, de máscaras, e o distanciamento social. O parlamentar também citou a atuação da Câmara - que, por meio de funcionários, assessores e vereadores, arrecadou quase uma tonelada de alimentos, que serão doados para igrejas, que farão a destinação às famílias carentes. Comentou, ainda, o recente repasse de R$100 mil feito pela Casa à prefeitura, visando à compra de mantimentos e insumos, durante a pandemia.