Andrea Garcia reivindica a colocação de placa no CRAS Centro, em homenagem a Terezinha Maluf Scaranelo

AndreaGarcia 11.02 3Segundo Andrea Garcia, a instalação da placa representaria uma “singela homenagem” aos familiares12/02/2019 - A vereadora Andrea Garcia (PDT) solicita a colocação de uma placa de identificação no CRAS do Centro. O dispositivo deverá trazer o nome da senhora Terezinha do Menino Jesus Maluf Scaranelo, que, oficialmente, já dá nome ao espaço.

Durante discurso nesta segunda-feira (11), a parlamentar comentou a iniciativa, foco da  indicação 28/2019, do seu gabinete. Segundo Andrea, a instalação da placa representaria uma “singela homenagem”. Familiares de dona Terezinha estiveram presentes no plenário.

A vereadora explicou que, na época da inauguração do CRAS, em 2007, o MDS (Ministério do Desenvolvimento Social, hoje “Secretaria Especial”) orientou que se criasse um “nome fantasia” para o mesmo, visando facilitar a identificação do espaço, pelos usuários.

Por isso, disse Andrea, a placa de identificação consta apenas como “CRAS Centro”, atualmente. “Hoje, passados 12 anos, todos já sabem o que é o CRAS e onde as famílias têm que ir. Nada mais justo do que se colocar o nome” , explicou a vereadora.

HOMENAGEM

Dona Terezinha nasceu 26 de fevereiro de 1927, em Monte Mor, e se destacou pela realização de ações de caridade. “Ela tinha um amor ao próximo que brilhava. Não tinha distinção de cor, de raça, nem de religião [...] Tinha os braços e portas abertas, para quem dela necessitasse”, disse Andrea. “Ela ensinou a nós o sentido mais puro da caridade”, complementou a vereadora.

OUTROS ASSUNTOS

Andrea também comentou a indicação 29/2019, do seu gabinete, que reivindica ao Executivo a elaboração de Perfil Profissiográfico Previdenciário (PPP) para os servidores que exercem atividades perigosas ou insalubres. Segundo a vereadora, o documento “concentra todos os dados da via funcional do trabalhador” e poderia facilitar a concessão de aposentadorias especiais.

A parlamentar também comentou o projeto de lei 6/2019, do Executivo, que autoriza o repasse de recursos financeiros a cinco entidades beneficentes, incluindo os Bombeiros Voluntários. A vereadora lembrou que projeto de lei de sua autoria, que concedeu o de título de utilidade pública aos bombeiros, em 2018, viabilizou o repasse destes recursos.