Ir direto para menu de acessibilidade.
Você está aqui: Página inicial > > Comunicação > > Notas Oficiais > > Após constatar aglomerações em frente à Caixa e aos Correios, Ceará Mascate pede que prefeitura notifique estatais
Início do conteúdo da página

Após constatar aglomerações em frente à Caixa e aos Correios, Ceará Mascate pede que prefeitura notifique estatais

CearáMascate 22.04.2020“Uma fila enorme e, além disso, o pessoal não estava mantendo a distância", disse Ceará Mascate, durante sessão virtual24/04/2020 - Nesta quarta-feira (22), o vereador Ceará Mascate (Republicanos) presenciou aglomerações de pessoas em frente às agências da Caixa e dos Correios, no centro da cidade - o que contraria as recomendações das autoridades de saúde, que indicam o distanciamento social como forma de evitar a propagação do novo coronavírus. “Uma fila enorme e, além disso, o pessoal não estava mantendo a distância. Tinha gente a menos de 50 centímetros um do outro”, lamentou o parlamentar, em discurso na sessão ordinária remota, realizada na mesma data. 

No pronunciamento, disponível neste link, Ceará fez apelo ao Executivo e à secretaria responsável, para que notifique tais estatais e os demais bancos, visando solucionar o problema. O objetivo é que as empresas destinem funcionários para orientar os clientes quanto à importância de se manter o distanciamento social (o Ministério da Saúde recomenda a distância de 2 metros). O vereador também propõe, como alternativa, que a Guarda Municipal realize tal orientação, se for o caso - já que, segundo as estatísticas, Monte Mor já registra casos da doença.

“Por incrível que pareça, ainda tem gente que duvida que exista o coronavírus”, comentou o parlamentar, no discurso, exibindo fotos que mostram cemitérios de Manaus-AM, onde pessoas estão sendo enterradas em valas comuns, devido ao aumento diário do número de óbitos ocasionados pelo coronavírus. Ceará lembrou que tal problema já foi registrado em outros lugares, inclusive no exterior. “Se aconteceu em Manaus, pode acontecer em qualquer lugar do país. Ninguém está imune”, disse, reforçando a importância da prevenção.

O vereador salientou, entretanto, que a orientação das empresas para que as pessoas mantenham o distanciamento social, nas filas, deve ser feita com o devido cuidado, “sem recriminar com abuso de poder”. Lembrou, ainda, que o hábito do calor humano e dos abraços, característico do povo brasileiro, precisa ser evitado, “para que não venha a ocorrer uma tragédia”. “É um momento crítico, triste, para todo mundo”, afirmou, prestando homenagem aos profissionais da saúde. “Esses são os verdadeiros heróis”, disse, manifestando gratidão pelos serviços prestados.

Fim do conteúdo da página