Ir direto para menu de acessibilidade.
Você está aqui: Página inicial > > Comunicação > > Notas Oficiais > > Ceará comenta coronavírus, destaca gravidade do problema e pede o apoio dos moradores, na prevenção da doença
Início do conteúdo da página

Ceará comenta coronavírus, destaca gravidade do problema e pede o apoio dos moradores, na prevenção da doença

CearáMascate 16.03.2020 02O vereador Ceará Mascate, no Plenário da Câmara18/03/2020 - Em discurso no Plenário da Câmara, sessão ordinária desta segunda-feira (16), o vereador Ceará Mascate (Cidadania) comentou a pandemia do coronavírus; ressaltou a gravidade do problema, que já afeta vários países; e pediu o apoio dos moradores, na prevenção. “É uma doença que não tem cura, mas podemos fazer a nossa parte, podemos nos prevenir”, salientou.

O parlamentar pediu que a sociedade atenda às recomendações de especialistas, e evitem a aglomeração de pessoas, para diminuir o risco de contágio. Defendeu que mães que não trabalham evitem levar os filhos nas escolas, deixando-os em casa. E salientou, ainda, a importância de proteger os idosos, que apresentam maior índice de óbito com a doença.

Ceará também destacou o grande número de casos - e de mortes - ocasionadas pela doença em países como China (mais de 3 mil mortos) e Itália (cerca de 1,8 mil, atualmente). E afirmou que teme que, caso a pandemia se alastre no Brasil, o número de mortos seja ainda maior. “Lembre-se que estamos num país onde não temos as melhores estruturas de saúde”, comentou.

O vereador recomendou que as pessoas só procurem os serviços de saúde em casos extremos, como febre alta e tosse seca persistente. “Faça a sua parte, que estamos fazendo a nossa. Como Poder Público, estamos correndo atrás, conversando com as secretarias, com o pessoal da Saúde, para ver como a gente pode agilizar melhor [a prevenção na] a nossa cidade”.

NEGLIGÊNCIA

No discurso, Ceará lembrou que, em 2002, ocorreu um surto de meningite na cidade de Hortolândia, onde morava. Na época, lamentou, a doença vitimou uma filha sua, devido, segundo ele, à negligência da equipe médica, que não estava atenta para fazer os devidos testes, e à falta de responsabilidade de gestores municipais. O parlamentar salientou que, no caso da pandemia do coronavírus, Monte Mor está “muito bem acompanhada” pela administração. Elogiou, ainda, a atuação do Ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta. 

Fim do conteúdo da página