Ir direto para menu de acessibilidade.
Você está aqui: Página inicial > > Comunicação > > Notas Oficiais > > Marcos da Farmácia critica divulgação de denúncia sobre suposto medicamento vencido: “não se provou absolutamente nada”
Início do conteúdo da página

Marcos da Farmácia critica divulgação de denúncia sobre suposto medicamento vencido: “não se provou absolutamente nada”

MarcosDaFarmacia 09.09.2019“A irresponsabilidade é muito grande. Não se provou absolutamente nada. Não se tem nenhuma prova nesse sentido”, disse Marcos 10/09/2019 - O vereador Marcos da Farmácia (PSD) chamou de “irresponsabilidade” a recente divulgação, nas redes sociais, de um vídeo no qual era denunciada a suposta entrega de medicamentos vencidos, por farmácias públicas do município. O assunto foi abordado no Plenário da Câmara, durante discurso na sessão ordinária desta segunda-feira (9).

“A irresponsabilidade é muito grande. Não se provou absolutamente nada. Não se tem nenhuma prova nesse sentido”, afirmou o parlamentar, no pronunciamento, destacando a importância da devida apuração de denúncias, antes da divulgação. “No mesmo vídeo, a pessoa se contradiz, dizendo que remédio popular não é tão bom quanto o ouro remédio”, complementou. 

Marcos também afirmou que os críticos ao atual governo possuem objetivos políticos - e que, após ação judicial movida por ele, postagens negativas diminuíram. “Não podemos deixar, agora que é perto de eleição, começo de campanha, essas irresponsabilidades destas pessoas. Como que uma pessoa coloca isso? E depois algumas pessoas escutam e acham que é verdade”, afirmou. 

COMENTÁRIOS

Ceará Mascate (PPS) disse que também recebeu o vídeo, e solicitou que a denunciante apresentasse provas, como a receita médica, presencialmente. “Se a pessoa fez a acusação, primeiro ela tem que ter prova”, afirmou, destacando que não recebeu tais provas até agora.

Dila (MDB), que é enfermeira, disse que também teve acesso ao conteúdo publicado nas redes sociais. “Porém eu não me preocupei, pois eu sei que nossas farmácias, graças a Deus, não entregam remédios errados”, explicou a vereadora. 

Já Pastor Elias (MDB) considera que tais postagens são perseguições contra o atual governo. “Essas pessoas usam as redes sociais justamente tentando difamar e usar a máquina da internet para tentar ganhar espaço, mas não vão conseguir, pois não vão perdurar essas mentiras”, disse.

VALE-TRANSPORTE

Marcos também comentou o cancelamento de vale-transporte de alguns servidores municipais, cujo fornecimento estaria em desacordo legislação municipal. Criticou o Conselho Municipal de Educação - que, segundo ele, poderia ter abordado o assunto com a prefeitura, previamente, antes de propor o corte. E afirmou que o prefeito Thiago Assis (MDB) já está buscando alternativas, para solucionar o problema. Segundo Marcos, novo Projeto de Lei será remetido à Câmara, em breve. Em aparte, Vavá (MDB) confirmou que o Executivo está de fato analisando o assunto.

Fim do conteúdo da página