Ir direto para menu de acessibilidade.
Você está aqui: Página inicial > > Comunicação > > Notas Oficiais > > Comentando futura eleição para a Mesa Diretora da Câmara, Pastor Elias pede “equilíbrio e respeito” nas campanhas
Início do conteúdo da página

Comentando futura eleição para a Mesa Diretora da Câmara, Pastor Elias pede “equilíbrio e respeito” nas campanhas

PastorElias 05.11.2018 3“Não precisamos desconstruir a imagem de ninguém", disse Pastor Elias, em discurso no plenário da Câmara08/11/2018 - “Ninguém pode fazer uma campanha ou pleitear uma campanha desconstruindo a imagem de ninguém. Não precisa disso [...] Depois, na hora que a Mesa ficar composta, como vamos ter clima para trabalhar?”. O desabafo foi feito pelo vereador Pastor Elias (MDB), em comentário às “pré-campanhas” para a eleição da Mesa Diretora da Câmara, que ocorre este ano.

Durante discurso no plenário, nesta segunda-feira (5), o parlamentar pediu “equilíbrio e respeito” aos vereadores que pretendem formar chapas. E reclamou que “prováveis candidatos à Mesa” têm proferido mentiras e tomado atitudes desrespeitosas nesse período pré-eleitoral, visando prejudicar oponentes. “Tem coisas que chegam a constranger a gente”, disse.

“Eu acho justo que cada um traga as suas propostas, suas demandas, suas ideias. Só que eu sou uma pessoa que procura pleitear o caminho da verdade”, disse Pastor Elias, ressaltando que os possíveis candidatos “são pessoas preparadas, qualificadas”. “Não precisamos desconstruir a imagem de ninguém, e entrar pelo enredo da desmoralização do outro”, afirmou.

FUTURO

“Eu acredito plenamente que o futuro prefeito dessa cidade está aqui neste plenário. Temos que trabalhar com essa ideia, construindo essa dimensão de ideia”, afirmou o vereador, no pronunciamento. “Não precisamos desmoralizar ninguém, desconstruir ninguém, nem criar ilações que acabam ferindo a dignidade e a honra de outros”, salientou.

Sem citar nomes, o parlamentar pediu que candidatos evitem esse clima de desmoralizações e mentiras, que provoca a “divisão da Câmara”. “Se for por esse enredo, no dia das eleições eu nem venho aqui votar para ninguém, porque eu não jogo nesse time”, afirmou. Conforme Regimento Interno da Casa, as eleições para a Mesa Diretora ocorrem até o dia 15 de dezembro.

Fim do conteúdo da página